Créer une annonce!
Entrez espace personnel liste de biens

Date: 15/10/2019
Date: Tous les jours
Accueil: Gratuit

Rechercher Actualités

Rechercher

19 septembre 2019

Vem aí mais habitação nova! Licenciamentos até Julho registaram um aumento de 13,3%

mais habitaçao

Nos primeiros sete meses de 2019, foram licenciadas 9.529 obras de construção e reabilitação de edifícios habitacionais, pelas das Câmaras Municipais, o que traduz um crescimento de 8,4%, face às 8.790 obras licenciadas no semestre homólogo. De igual modo, o número de habitações em construções novas licenciadas até julho, registaram um crescimento de 13,3% para 13.298.

De acordo com a Síntese Estatísticas de Habitação, divulgada hoje pela AICCOPN, também o novo crédito à habitação concedido pelas instituições financeiras regista um crescimento de 3,6% para 5.898 milhões de euros, em termos homólogos acumulados até Julho, ao mesmo tempo que se assiste a uma estabilização do montante total de crédito à habitação face ao registado em 2018.

Relativamente ao crédito concedido às empresas de construção e imobiliário regista-se uma intensificação do ritmo de redução do montante total em stock, em Julho, com um decréscimo de 8,1% em termos homólogos para 16,9 mil milhões de euros.

Já a avaliação bancária na habitação, que regista máximos há 28 meses consecutivos, fixou-se em 1.283 euros por m2 , em Julho, valor que traduz uma subida de 8,1% face ao apurado no mesmo mês de 2018, em resultado de um aumento de 10,1% nos apartamentos e de 5,3% nas moradias.

O consumo de cimento no mercado nacional totalizou 1,9 milhões de toneladas, até ao final de Julho, o que revela um crescimento de 16,6%, em termos homólogos.

Na região analisada nesta síntese, os Açores, o número de fogos licenciados em construções novas nos doze meses terminados em Julho de 2019 totalizou 524, o que traduz um aumento de 25,7% face aos 417 alojamentos licenciados nos 12 meses anteriores. Destes, 38,2% são de tipologia T2 e 33,2% de tipologia T3. Quanto aos valores de avaliação bancária na habitação nesta região verificou-se, em Julho de 2019, um aumento em termos homólogos de 8,7% para 1.103 euros por m2.

Commentaire

Soubmettre

Os comentários são sempre sujeitos a apreciação prévia. Ficam excluídos da sua colocação online os comentários considerados ofensivos, insultuosos, difamatórios, inflamados, discriminatórios, e desadequados ao texto alvo de comentário.