Venda ou alugue a sua casa!
Área Pessoal Lista de imóveis Social

Pesquisar Notícias

Pesquisar

23 setembro 2008

Jones Lang LaSalle comercializa conceito inovador de retalho no Barreiro

A Jones Lang LaSalle está a comercializar o Barreiro Retail Planet, um conceito de retalho inovador, que conjugará os formatos de retail park e galeria comercial. Promovido pela parceria Milligan/Urban Developers, o projecto contempla uma área bruta locável (ABL) de 35.000 m², distribuída por cerca de 40 lojas de oferta especializada e restauração e 13 lojas de retail park, para além de 1750 lugares de estacionamento.

O Barreiro Retail Planet está localizado numa zona proeminente e de excelente acessibilidade, entre a A2 (na qual circulam cerca de 50.000 veículos/dia) e a N10 (26.000 veículos/dia). O acesso a uma área de influência mais vasta será alcançada quando, nos próximos três anos, a nova via rápida, a sul de Lisboa e a apenas um quilómetro do Barreiro Retail Planet, estiver concluída, com ligações à A2, ao IC32 e à N10. A construção de uma nova travessia sobre o Tejo irá aumentar as ligações entre Lisboa e a Península de Setúbal, continuando a potenciar o crescimento populacional nesta área.

A comercialização do projecto está já em fase de desenvolvimento, contando com a presença confirmada de três âncoras de grande dimensão. O grupo Auchan estará presente através de um Hipermercado Jumbo com 11.240 m², enquanto que a loja Decathlon ocupará uma área de 4.000 m² e a AKI aproximadamente 3.578 m².

Segundo Manuel Puig, director-geral da Jones Lang LaSalle, "a localização do Barreiro Retail Planet no epicentro da Península de Setúbal e com excelentes acessos, permite apostar num posicionamento subregional, não se limitando ao mercado do Barreiro. O facto de estarem confirmados o Hipermercado Jumbo e outras duas das principais insígnias que operam no mercado de retail parks a nível europeu, faz com que o empreendimento esteja perfeitamente alavancado, permitindo que os restantes operadores de retalho activos no mercado português possam implantar-se no projecto com riscos muito reduzidos e com uma excelente expectativa quanto à sua performance".

A Milligan e a Urban Developers pretendem atrair retalhistas implantados no mercado do Reino Unido e que procurem expandir-se internacionalmente. Esta indicação do mandato de comercialização está a ser seguido pela recentemente adquirida equipa de retalho Out of Town da Jones Lang LaSalle, que está localizada em Londres.

Aidan Farrell, Director da Out of Town Retail, comenta: “Trabalhar com a equipa de retalho em Portugal permitir-nos-á assegurar um tenant mix internacional forte. Estamos já a desenvolver negociações com diversos retalhistas presentes no Reino Unido, que manifestam um elevado interesse neste projecto”.

Fraser Denton, Director Geral da Milligan Spain, afirma: “O Barreiro Retail Planet é uma excelente oportunidade para a Milligan recorrer às suas capacidades de criar espaços inspiradores de forma a estabelecer novos standards para retail parks”.

O Presidente da Câmara Municipal do Barreiro, Carlos Humberto, afirma: “O Barreiro está a ser alvo de uma enorme transformação, que resultará num crescimento da actividade económica e dos níveis de emprego. O Barreiro Retail Planet, em Coina, é um empreendimento entusiasmante que desempenhará, indubitavelmente, um papel chave no futuro desta zona”.

A arquitectura, o design, a ligação com a natureza – com o recurso a muitos materiais naturais e ecológicos –, e a inovação são características marcantes deste novo projecto de retalho, assinado pelo gabinete de arquitectura Broadway Malyan. O conceito privilegiado é o de um «planeta de retalho inspirador», onde se conjuga uma oferta de elevada qualidade e diversidade, disposta num ambiente confortável e agradável.

O projecto dispõe de licença comercial, bem como o hipermercado, estando marcado para o segundo semestre do ano o arranque da construção, que deverá ficar concluída durante os primeiros seis meses de 2010.

Fonte: Jones Lang LaSalle

Comentário

Submeter

Os comentários são sempre sujeitos a apreciação prévia. Ficam excluídos da sua colocação online os comentários considerados ofensivos, insultuosos, difamatórios, inflamados, discriminatórios, e desadequados ao texto alvo de comentário.