Criar Anúncio!
Entrar na Área Pessoal Lista de imóveis

Data: 20/7/2019
Frequência: Diária
Edições: Gratuitas

Pesquisar Notícias

Pesquisar

04 dezembro 2018

Montalegre quer salvar o património e atrair pessoas ao território

montalegre

A Câmara de Montalegre, no distrito de Vila Real de Trás-os-Montes, vai implementar o projecto “Salvar o património, povoar o território", que visa fazer o cadastro de terras e casas devolutas, promover a sua venda e atrair mais pessoas ao território, anunciou hoje a autarquia.

“Esta ideia é uma forma de dar vida às nossas aldeias, a todo o território barrosão que está em processo acelerado de despovoamento e de envelhecimento”, afirma, em comunicado, o presidente do município, o Orlando Alves (PS).

O projecto “Salvar o património, povoar o território" quer, precisamente, “estancar a sangria que vem sendo notada nas últimas décadas”.

A câmara garantiu que “há já contactos com estrangeiros que querem vir povoar o território”.

Orlando Alves explicou que a “ideia é construir uma base de dados de terras e casas devolutas”, criando uma lista que será colocada no mercado da venda ou arrendamento, "dando-lhes visibilidade e rentabilidade".

Nesta plataforma serão incluídas as “construções devolutas ou mesmo aqueles espaços que estão titulados e cujos proprietários devidamente identificados, mas sem condições financeiras de os desenvolver”.

“O imenso património, sobretudo imobiliário e rural, que está abandonado e que pode ser, inclusive, onerado em sede de tributação do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), pode ser recuperado, revitalizado e ser uma mais valia no sentido de atrair população ao território”, explica Orlando Alves.

Orlando Alves afirma que se trata de “uma medida inédita” que “será direccionada para todo o território nacional onde há muita gente que se sente seduzida e atraída pelo imenso património ambiental, arquitectónico e paisagístico” de Montalegre.

Esta plataforma, acrescenta, será disponibilizada, também, "no estrangeiro para que pessoas que pretendam mudar de país, possam ter a oportunidade de povoar estas terras”. O objectivo é atrair, por exemplo, “casais estrangeiros”, adianta.

“É uma iniciativa que vale a pena agarrar com toda a força e energia” - acrescenta.

Comentário

Submeter

Os comentários são sempre sujeitos a apreciação prévia. Ficam excluídos da sua colocação online os comentários considerados ofensivos, insultuosos, difamatórios, inflamados, discriminatórios, e desadequados ao texto alvo de comentário.