Criar Anúncio!
Entrar na Área Pessoal Lista de imóveis

Data: 6/12/2019
Frequência: Diária
Edições: Gratuitas

Pesquisar Notícias

Pesquisar

05 agosto 2019

Dona da Comporta estuda “projeto estratégico” a preços acessíveis no Parque das Nações

Parque das Nações

A Vanguard Properties tem em mãos um projeto imobiliário na zona do Parque das Nações que terá apartamentos a preços mais acessíveis por comparação com os andares de luxo do prédio 203 Castilho.

Segundo fonte oficial da Vanguard Properties, trata-se de um “projeto estratégico” para a zona oriental de Lisboa, que prevê tornar um lote de onze mil metros quadrados (m2) numa área residencial e comercial. A empresa quer construir três prédios no total. Um terá nove andares e dois terão quatro andares, com um preço médio de venda entre os três mil e os quatro mil euros por metros quadrados.

O valor do investimento da Vanguard Properties ainda não está definido, mas o Jornal Económico apurou que rondará os 30 a 35 milhões de euros, além de uma superfície comercial para os residentes da zona.

O projeto será construído nos terrenos que antes pertenciam à empresa Air Liquide e ficam na zona do sul do Parque das Nações, na Avenida Marechal Gomes da Costa.

Depois de vencer a corrida para comprar os terrenos da Herdade da Comporta, na semana passada a Vanguard Properties voltou à agenda pública depois de ter sido noticiado que vendeu o apartamento mais caro de sempre em Portugal, comprado por um cidadão europeu por 7,35 milhões de euros.

O apartamento em causa, uma penthouse, no décimo-terceiro andar do prédio de luxo 203 Castilho tem a tipologia T3. Com uma área interior de 287 metros quadrados, isto significa que o novo dono pagou cerca de 25,600 euros por m2. Este apartamento tem ainda acesso ao terraço, que se estende por 260 m2, com vista sobre o Parque Eduardo VII e a Avenida da Liberdade.

No prédio 203 Castilho, o intervalo de preços dos apartamentos não é para qualquer carteira. Se o apartamento mais caro foi vendido por 7,35 milhões de euros, o mais barato, de tipologia T2 com 140 m2, terá um preço de venda a rondar os 1,36 milhões, isto é, cerca de 9,700 euros por m2.

Comentário

Submeter

Os comentários são sempre sujeitos a apreciação prévia. Ficam excluídos da sua colocação online os comentários considerados ofensivos, insultuosos, difamatórios, inflamados, discriminatórios, e desadequados ao texto alvo de comentário.