Criar Anúncio!
Entrar na Área Pessoal Lista de imóveis

Data: 29/1/2020
Frequência: Diária
Edições: Gratuitas

Pesquisar Notícias

Pesquisar

25 novembro 2019

Hospital do Seixal vai mesmo avançar

Imprimir
hospital do seixal

A ministra da Saúde, Marta Temido, garantiu hoje ao presidente da Câmara do Seixal que serão inscritos 50 milhões de euros no Orçamento do Estado de 2020 para a construção do hospital no Seixal e que a infraestrutura estará concluída em 2023”. “Esta é uma resposta há muito aguardada pela população, pelo que esperamos que desta vez venha a ser efectivamente uma realidade", comentou Joaquim Santos, o autarca da Margem Sul após a reunião com a ministra, preocupado com a ausência de respostas do Governo na área da saúde.

Neste encontro, Joaquim Santos entregou ainda à ministra um documento que enumera as necessidades de saúde da população do concelho. Necessidades essas que passam pela construção de um hospital (prometido em 2009) e de novas unidades de saúde, nomeadamente Foros de Amora, Amora e Aldeia de Paio Pires.

O presidente da Câmara Municipal do Seixal recebeu ainda esta tarde da ministra da Saúde a garantia da reabertura da urgência pediátrica do Hospital Garcia de Orta, a curto prazo, tendo ficado agendada, para o próximo mês, uma nova reunião entre o autarca e a ministra, em que será feito o ponto de situação, caso esta situação não se concretize.

“Fomos informados que em relação à urgência pediátrica do Hospital Garcia de Orta (HGO), o ministério está a trabalhar para encontrar soluções, sendo que já terá algumas hipóteses em vista, que preferiu não revelar" referiu Joaquim Santos, adiantando que irá continuar a “pressionar para que a urgência pediátrica reabra o mais rápido possível. Daqui a três semanas voltaremos a reunir-nos pelo que espero que nessa altura a normalidade no HGO já esteja reposta".

Comentário

Submeter

Os comentários são sempre sujeitos a apreciação prévia. Ficam excluídos da sua colocação online os comentários considerados ofensivos, insultuosos, difamatórios, inflamados, discriminatórios, e desadequados ao texto alvo de comentário.