Criar Anúncio!
Entrar na Área Pessoal Lista de imóveis

Data: 13/10/2019
Frequência: Diária
Edições: Gratuitas

Pesquisar Notícias

Pesquisar

04 março 2015

Projeto do Aleixo no Porto salvo pela Mota-Engil, que entra como novo acionista

Porto

O anúncio foi feito ontem, no final da assembleia geral (AG) que contou com a presença dos atuais acionistas, segundo escreve o Público.

"Creio que hoje foi dado um passo fundamental para salvar o fundo", disse o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, citado pelo jornal.

Já António Oliveira, o acionista maioritário do fundo, com quase 37% das participações (o município tem 30% e as empresas do Grupo Espírito Santo detêm os restantes 33%), não quis falar.

"A Mota-Engil é uma empresa de referência, portanto, estamos persuadidos de que se encontrou uma solução. Vamos trabalhar nos próximos dias para continuar com o projeto, resolvendo, desde logo - e isso para nós é fundamental -, a questão social. O problema das pessoas que viveram no Aleixo e das que ainda lá vivem", referiu ainda o autarca.

Em janeiro passado, os ativos do Invesurb perto do mínimo legal de cinco milhões de euros. Nenhum dos acionistas queria aumentar o capital e a câmara estava impedida de o fazer legalmente, já que não pode ter mais de 30% do fundo.

Fonte: Idealista News

Comentário

Submeter

Os comentários são sempre sujeitos a apreciação prévia. Ficam excluídos da sua colocação online os comentários considerados ofensivos, insultuosos, difamatórios, inflamados, discriminatórios, e desadequados ao texto alvo de comentário.