Criar Anúncio!
Entrar na Área Pessoal Lista de imóveis

Data: 31/3/2020
Frequência: Diária
Edições: Gratuitas

Pesquisar Notícias

Pesquisar

24 março 2015

Saiba que sair a horas do trabalho vai torná-lo um melhor gestor do ramo imobiliário!

Imprimir
Sérgio Pereira, Cofundador e Diretor-Geral do ComparaJá.pt

Quem tem a responsabilidade de gerir uma empresa, sabe bem que o dia de trabalho nem sempre (para não dizer quase nunca) tem horas definidas. Não interessa se é um gestor, coordenador, chefe de equipa, gerente ou administrador, caso se pretenda que a empresa tenha sucesso, a ideia geral é que se deve trabalhar até mais não! Mas por vezes este não é o caminho, antes de mais isto tem um nome técnico: 'WORKAHOLIC', que numa tradução literal seria algo como 'trabalhador compulsivo', ou 'viciado em trabalho'. E embora possa parecer algo positivo, este tipo de atitude em nada é benéfico, nem para a saúde pessoal, e muitas vezes nem para a saúde empresa.

É difícil nestes momentos, em que estamos lentamente a sair de uma crise que afetou em muito o setor imobiliário, não querer aproveitar ao máximo todas as oportunidades que forem surgindo! Ter um excelente sistema CRM (especializado para o imobiliário) vai ajudá-lo a gerir a empresa e os colaboradores de uma forma mais eficaz, tornando-o mais competitivo no mercado imobiliário.

As longas e árduas horas de trabalho, assim como muita dedicação sempre foram a ideia do caminho para o sucesso de uma empresa. Mas nem sempre é aconselhável 'abusar' desta receita, podendo o efeito ser contrário ao que estará à espera! Se a sua empresa não estiver de fato a lutar com enormes dificuldades financeiras, deve adotar outras estratégias, como otimizar a sua gestão do tempo! (já falámos sobre isso neste artigo)

Deixamos aqui 4 boas razões para que, enquanto responsável, saia a horas do escritório!

 1- Não definir um horário pode arruinar a sua produtividade:

Por vezes quando temos a sensação de que 'podemos fazer mais tarde', acabamos por ficar com a ilusão de que dispomos de mais tempo do que na verdade temos! Se nos iludirmos com esta ideia (errada) de que 'temos tempo', acabamos por aliviar um pouco a pressão (necessária e importante) que um limite temporal nos impõe. Entramos em processo de procrastinação! Não significa isto que batendo o relógio nas 18h se largue tudo e que só se pegue novamente no trabalho no dia seguinte! Não é isso que se pretende, mas ter um horário vai fazer com que tenhamos uma baliza temporal das nossas tarefas, obrigando-nos a atribuir prioridades a essas mesmas tarefas.

2- Ter um horário (mais ou menos definido) obriga-o a ser disciplinado:

Sair a horas e conseguir ter o trabalho ( mais importante ) organizado e finalizado, obriga a que sejamos (ou nos tornemos) pessoas mais disciplinadas. Esta disciplina terá um papel importante, na sua produção de trabalho, mas também na maneira como conduz e pode exigir aos seus colaboradores esse mesmo tipo de disciplina. Ao ser disciplinado vai conseguir gerir melhor o seu tempo, trabalhar aquilo que de facto é importante ser trabalhado, e dar-lhe-á uma sensação de realização. Para não falar no tempo que efetivamente ganha para si e para a sua família.

3- Ter tempo para si e para a sua família vai-se refletir positivamente no seu trabalho:

São vários os estudos que comprovam que a atividade física é benéfica, não apenas para a saúde física, mas também para a saúde mental! É importante que possamos ter tempo para desligar da correria do dia a dia! Se para alguns o escape é uma hora de ginásio, para outros pode ser passar tempo com os filhos, uma aula de dança, ou simplesmente poder dispensar um bom par de horas a ver um filme ou as suas séries favoritas têm o mesmo efeito! O importante é conseguir eliminar o stress relacionado com a atividade profissional, de forma a que enquanto está a trabalhar possa dedicar-se a 110% ao que faz melhor!

4- E finalmente ter um horário (mais ou menos definido) vai torná-lo um melhor gestor, chefe de equipa, coordenador de vendas (e melhor pessoa)!

Ao estar constantemente a trabalhar, as pessoas que trabalham consigo vão sentir-se pressionadas para fazer o mesmo! E Não, Não é isto que se pretende, o que se pretende é pessoas que trabalhem de forma organizada, eficaz e que não estejam no local de trabalho apenas porque sim (muitas vezes não produzindo nem 5% do que seria expectável para esse profissional). Como já referimos anteriormente, sair a horas implica organização. Não se pode exigir que as tarefas associadas aos colaboradores estejam sempre executadas, se o gestor (que muitas vezes tem tarefas de decisão que vão influenciar a execução da tarefas dos seus colaboradores) não tiver a disciplina e capacidade de ele mesmo deixar as tarefas importantes, aquelas que influenciam o trabalho dos outros, finalizadas!

Saia a horas do trabalho, mas não se esqueça que para o fazer tem de ser disciplinado, organizado e saber definir o que é ou não importante para o seu dia/semana.

Comentário

Submeter

Os comentários são sempre sujeitos a apreciação prévia. Ficam excluídos da sua colocação online os comentários considerados ofensivos, insultuosos, difamatórios, inflamados, discriminatórios, e desadequados ao texto alvo de comentário.